Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado

Bloco do Amor promove dança e descontração entre idosos

  • Foto: Gabriel Sales
    Descrição da foto
    À esquerda, Lucia Helena da Piedade conta que ama dançar e fazer exercícios físicos
  • Foto: Gabriel Sales
    Descrição da foto
    Édson Nóbrega conta que não concorda com a expressão 'no meu tempo' e que o tempo que tem é agora
  • Foto: Gabriel Sales.
    Descrição da foto
    Os idosos esbanjaram vitalidade durante o Baile do Amor
Publicada em: 14 de Fevereiro de 2020 - 17h32 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM

A vitalidade de dezenas de idosos deu um clima especial de alegria ao Baile do Amor na tarde desta sexta, 14. Ao som de flashbacks e de antigas marchinhas, os participantes fizeram do salão do Grupo Renascer da Terceira Idade um espaço de muita interação. A ação foi promovida pelo Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos (CMDI), com o apoio da Secretaria de Bem-Estar Social. O baile estava previsto no Plano de Ação do CMDI como forma de promover Saúde Física e Mental do público acima de 60 anos.

Sob o comando do DJ Luiz Cobra, idosos e idosas se “jogaram” na pista vestidos com fantasias criativas. A dança e a música são ferramentas importantes para o processo de socialização, inter-relacionamento, trazendo reencontros com antigos amigos, como forma de encarar a fase como uma boa idade.

Para Edson da Nóbrega, de 71 anos, estar no Baile é acreditar no poder da vida. “Eu discordo daqueles que usam a expressão ‘no meu tempo’ porque nosso tempo é agora. Estamos vivos, com força e estar vivo é uma dádiva. Acredito neste poder que a vida nos dá”, contou.

Dos 64 anos idade de Lúcia Helena da Piedade, uma década foi dedicada às atividades que a Prefeitura desenvolve para os idosos. “Nado, faço zumba, caminhadas e estou sempre nos projetos da Cidade. Adoro viver, viajar e dançar. Por isso estou aqui e estarei em todos os bailes”, falou.

Maria Celeste Caldas de 69 também mostrou vitalidade. “Quando eu soube do Baile do Amor não perdi tempo e vim na hora. De tudo que posso, eu participo”, disse.

Um lanche comunitário foi servido com direito a salgadinhos, bolo, pizza, bolachas, refrescos, entre outros, para os idosos que participaram do Baile do Amor.

CARNAVAL – Dia 23 de fevereiro, domingo de Carnaval, o Bloco da Melhor Idade reunirá os idosos dos programas da Prefeitura. A concentração será às 8h, na Praça São Pedro, próximo à Concha Acústica.

À esquerda, Lucia Helena da Piedade conta que ama dançar e fazer exercícios físicos Foto: Gabriel Sales
Édson Nóbrega conta que não concorda com a expressão ‘no meu tempo’ e que o tempo que tem é agora Foto: Gabriel Sales
Os idosos esbanjaram vitalidade durante o Baile do Amor Foto: Gabriel Sales.

Pesquisa no Portal