Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado

Comdef propõe adequações em salas de cinema para deficientes

  • Foto: divulgação
    Descrição da foto
    À esquerda, Jeane Félix, Antônia de Maria Vieira, Conselheira, Angel Morote, Fiscalizador, e gerente do cinema, Hilário Vianna.
Publicada em: 5 de Maio de 2022 - 11h39 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM
À esquerda, Jeane Félix, Antônia de Maria Vieira, Conselheira, Angel Morote, Fiscalizador, e gerente do cinema, Hilário Vianna. Foto: divulgação

Representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Comdef realizaram uma visita institucional à empresa que oferta o serviço de cinema em Rio das Ostras. A equipe identificou os problemas de acessibilidade e propôs ações que possam diminuir as dificuldades das pessoas com deficiência a usufruírem melhor das sessões de filmes. A inspeção aconteceu nesta manhã, terça, 3.

O objetivo da visita é de monitorar a adequação das salas de exibições cinematográficas a duas leis. A primeira é a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência – LBI, nº 13.146/2015, e a segunda é a municipal nº 2324/2020, que dispõe sobre a obrigatoriedade de sessão de cinema adaptada a crianças com transtorno do espectro autista, deficiência intelectual e transtorno sensorial.

Entre as ações propostas pelo Comdef estão: acesso com rampas, remoção de algumas poltronas para acomodação de cadeirantes, atendimento no balcão do andar da sala, adesão de piso tátil, indicação no site e banners informativos na recepção acerca das adaptações que o cinema oferece e sessões especiais.

“Atualmente, a empresa que oferece o serviço de cinema em Rio das Ostras dispõe de três salas, mas nenhuma está dentro dos padrões indicados pela legislação vigente. O gerente nos mostrou todos os espaços do estabelecimento e também os 15 equipamentos que serão utilizados para promover acessibilidade a pessoas com deficiências visual e auditiva. O material foi adquirido pela empresa desde janeiro de 2020, mas com a chegada da pandemia não conseguiram utilizá-lo. Além disso, os profissionais ainda vão passar por capacitação para orientar as pessoas portadoras de deficiências nas sessões de cinema”, disse Jeane Félix, presidente do Comdef.

Participaram da visita a presidente do Comdef Jeane Félix da Silva, o coordenador da Comissão de Fiscalização do Conselho, Angel Esteban Morote, e a conselheira Antônia de Maria Vieira, representante do segmento Pessoas com Deficiência Visual. Os conselheiros foram recebidos pelo gerente da empresa, Hilário Viana dos Santos.

 

Pesquisa no Portal