Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado
  • Você está em

  • Página inicial
  • Notícias
  • Qualificação
  • Servidores
  • Fiscais fazem treinamento para controle de poluição sonora

Fiscais fazem treinamento para controle de poluição sonora

  • Foto: Divulgação
    Descrição da foto
    Capacitação instruiu sobre utilização do decibelímetro na fiscalização de poluição sonora no Município
  • Foto: Mauricio Rocha
    Descrição da foto
    Segundo a fiscal Maria de Lourdes Vitorino, o curso de capacitação foi fundamental para os agentes da Prefeitura
Publicada em: 17 de setembro de 2019 - 14h38 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM
Capacitação instruiu sobre utilização do decibelímetro na fiscalização de poluição sonora no Município Foto: Divulgação

 

Segundo a fiscal Maria de Lourdes Vitorino, o curso de capacitação foi fundamental para os agentes da Prefeitura Foto: Mauricio Rocha

A Comfis – Coordenadoria Geral de Fiscalização e Postura de Rio das Ostras, órgão ligado à Secretaria Municipal de Fazenda, promoveu, nesta terça-feira, 17 de setembro, um treinamento relativo à operação e à legislação que regula o uso do decibelímetro.

O curso, ministrado pelo fiscal de Segurança de Trabalho Leandro Laurindo, foi direcionado a inspetores ambientais da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, fiscais da Comfis e agentes da Secretaria de Segurança Pública do Município.

O aparelho de decibelímetro é utilizado para medir a pressão sonora, a intensidade e o volume do som que está sendo emitido. Os decibelímetros têm um microfone interno bastante sensível acoplado na sua estrutura, que detecta o som e o transforma em decibéis.

Segundo a fiscal da Comfis Maria de Lourdes Vitorino, o curso de capacitação foi fundamental para os agentes da Prefeitura. “O decibelímetro é um instrumento para verificar as denúncias de excesso de barulho recebidas. Precisamos fazer a medição dos ruídos no local”, explica a servidora.

NÍVEIS DE RUÍDO – Uma vez acionada a fiscalização, as medições de ruído devem ser efetuadas nas condições e locais indicados pelo reclamante. No levantamento de níveis de ruído deve-se fazer a medição dos decibéis fora dos limites da propriedade que contém a fonte do barulho.

Em alguns casos, para se obter uma melhor avaliação do incômodo à comunidade, são necessárias correções nos valores medidos dos níveis de pressão sonora, se o ruído apresentar características especiais.

Pesquisa no Portal