Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado

Município celebra Luta Antimanicomial e amplia atendimento

  • Foto: Celso Ávila
    Descrição da foto
    Exposição de trabalhos dos atendidos pelo Caps fez parte da programação.
Publicada em: 20 de Maio de 2022 - 15h05 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM
Exposição de trabalhos dos atendidos pelo Caps fez parte da programação. Foto: Celso Ávila

O 18 de Maio é muito celebrado em Rio das Ostras. Além de ser o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, a data marca o aniversário do Caps – Centro de Atenção Psicossocial do Município, que completou 15 anos. Este ano, há mais motivos para comemorar, com a chegada de novos profissionais e a extensão dos serviços de Saúde Mental às unidades de saúde, para facilitar o acesso da população ao atendimento.

A programação da Semana de Luta Antimanicomial incluiu atividades especiais no Caps, envolvendo os atendidos e familiares, além de um passeio e piquenique com os moradores da Residência Terapêutica.

Nesta sexta, 20 de maio, uma exposição de desenhos e pinturas, com direito à apresentação musical, na sede da Prefeitura, encerrou as atividades da Semana.

Thamires da Costa, de 20 anos, atendida pelo Caps, também apresentou seus desenhos no evento. Sorridente, ela mostrava satisfeita os trabalhos, ao lado do pai, Airton Jordão da Costa.

“Nós estávamos buscando um caminho para que a Thamires tivesse um acompanhamento e ganhasse mais autonomia. Ela está feliz e é isso que me conduz”, contou Airton.

SAÚDE MENTAL – O coordenador do Programa Municipal de Saúde Mental, Alessandro Barbosa, explicou que o Município vem concentrando esforços na ampliação e melhoria do atendimento.

A Secretaria de Saúde convocou novos profissionais aprovados no último Concurso Público, para incrementar a equipe.

“Estamos montando uma Rede de Atenção Psicossocial, com descentralização dos serviços. Para isso, estamos promovendo a capacitação dos profissionais da Rede. Em breve vamos inaugurar o Caps Infantil e o Caps de Álcool e Drogas”, disse o coordenador.

CAPS – O Caps é um dos dispositivos da Rede de Saúde Mental do Município e tem um importante papel na desospitalização dos pacientes e no apoio às famílias.

Essas unidades possibilitam que pessoas com transtornos mentais sejam cuidadas e tratadas fora dos manicômios, contribuindo para sua reinserção social e para a saúde desses indivíduos.

Atualmente, conta com psicólogos, terapeutas ocupacionais, psiquiatras, nutricionista, enfermeiros, técnico e auxiliar de enfermagem, assistente social e musicoterapeuta.

O Caps fica na Rua Resende, 177, no Jardim Marilea. O atendimento acontece de segunda a sexta, das 8h às 17h. Telefone: (22) 2771-4130.

LUTA ANTIMANICOMIAL – O Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela defesa dos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro dessa ação, está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa para que seja tratada.

Essa mobilização tem o objetivo de levar a consciência de que, como todo indivíduo, os pacientes da Saúde Mental têm o direito fundamental à liberdade, direito a viver em sociedade, além do direito de receber cuidado e tratamento, sem que, para isso, tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

 

Pesquisa no Portal