Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado
  • Você está em

  • Página inicial
  • Notícias
  • Meio Ambiente
  • Produção de mudas reduz custos de manutenção de jardins na Cidade

Produção de mudas reduz custos de manutenção de jardins na Cidade

  • Foto: Claudio Pacheco
    Descrição da foto
    Plantas ornamentais e palmeiras plantadas nas praças foram cultivadas no Parque Municipal
  • Foto: Claudio Pacheco
    Descrição da foto
    Bancos ecológicos usados nas praças e nas calçadas da orla foram produzidos pela equipe da Prefeitura
  • Foto: Claudio Pacheco
    Descrição da foto
    Praça Amaro Machado da Boa Morte foi um dos espaços que ganhou novo projeto paisagístico
  • Foto: Mauricio Rocha
    Descrição da foto
    Equipe do Departamento de Jardinagem faz a manutenção e replantio de canteiros e praças da Cidade
  • Foto: Mauricio Rocha
    Descrição da foto
    Diferentes espécies de plantas e árvores são produzidas no Parque Municipal
  • Foto: Mauricio Rocha
    Descrição da foto
    Nas estufas do Parque Municipal são produzidas cerca de 800 novas mudas ao dia
Publicada em: 10 de setembro de 2019 - 08h57 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM

Uma cidade mais humanizada, com espaços de convivência e melhor qualidade ambiental urbana. A Prefeitura de Rio das Ostras tem investido no cuidado diário com os canteiros que margeiam a Rodovia Amaral Peixoto e vias secundárias, além de reformar e fazer manutenção periódica dos jardins das praças. Tudo isso com custo reduzido, uma vez que grande parte das mudas são produzidas no Parque Municipal Roberto Pereira Inocêncio – Roberto Cação.

“Os projetos paisagísticos garantem maior qualidade ambiental ao município. Em Rio das Ostras, ainda temos o diferencial de poder cultivar nossas mudas de plantas ornamentais e de árvores. Também aproveitamos integralmente o material da poda de galhos, usado para produção de compostagem. Dessa forma garantimos uma grande economia aos cofres públicos ao mesmo tempo que contribuímos com a humanização da cidade”, explica Nestor Prado Junior, secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca.

Entre as praças que ganharam novo projeto paisagístico está a Amaro Machado da Boa Morte, no Jardim Mariléa. O plantio de centenas de mudas, entre árvores e espécies ornamentais, tornou o lugar mais aprazível para os moradores. Bancos ecológicos, feitos com eucalipto, garantiram mais espaços de convivência.

Além das mudas produzidas no Parque Municipal, existem as que são adquiridas por medida compensatória. Sempre que um morador executa algum projeto de construção com retirada de vegetação, deve doar mudas para “compensar” os impactos ambientais causados.

“Nossa equipe trabalha diariamente fazendo poda das plantas e árvores, manutenção dos canteiros e jardins, além do replantio, sempre que necessário. Recentemente, com a decisão da equipe técnica de substituir os eucaliptos do Parque Municipal por árvores nativas, pudemos reutilizar essa madeira para execução de bancos colocados nas praças e calçadas da orla”, explica Francisco Augusto Nogueira, diretor de Jardinagem da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca.

Plantas ornamentais e palmeiras plantadas nas praças foram cultivadas no Parque Municipal Foto: Claudio Pacheco
Bancos ecológicos usados nas praças e nas calçadas da orla foram produzidos pela equipe da Prefeitura Foto: Claudio Pacheco
Praça Amaro Machado da Boa Morte foi um dos espaços que ganhou novo projeto paisagístico Foto: Claudio Pacheco
Equipe do Departamento de Jardinagem faz a manutenção e replantio de canteiros e praças da Cidade Foto: Mauricio Rocha
Diferentes espécies de plantas e árvores são produzidas no Parque Municipal Foto: Mauricio Rocha
Nas estufas do Parque Municipal são produzidas cerca de 800 novas mudas ao dia Foto: Mauricio Rocha

 

PARQUE MUNICIPAL – Mantido pela Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, o Parque Municipal Roberto Pereira Inocêncio – Roberto Cação fica no Mar do Norte e possui 318 mil metros quadrados de área. O local conta com estufas para produção de mudas, incluindo árvores frutíferas como cajá, jambo, manga, acerola, pitanga, abacate, figo, graviola, pinha, cacau e abricó. Entre as plantas ornamentais produzidas estão espirradeira, papoula, croton, moreia, íris da praia, espada de são Jorge e palmeira, das espécies Veitchia e Triangular.

São produzidas, diariamente, cerca de 800 mudas para o paisagismo no Parque Municipal. São três estufas em funcionamento, dedicadas a cultivos diferentes: jardinagem, árvores frutíferas e nativas e plantas medicinais, essa última em caráter experimental.

Para o morador que deseja plantar árvores nativas na calçada de casa, o Parque Municipal disponibiliza mudas e orientação técnica.   Informações detalhadas sobre o assunto podem ser obtidas pelo telefone 2764-8253.

O Parque Municipal também abriga a usina de compostagem, que garante o reaproveitamento integral dos galhos de árvores e plantas podados durante a manutenção paisagística. Esse material, depois de passar pela máquina de trituração, é submetido a um processo natural de decomposição até ficar pronto para ser usado na produção de mudas e jardinagem.

Aberto à visitação de terça-feira a domingo, das 9h às 16h, com entrada gratuita, o Parque Municipal Roberto Pereira Inocêncio – Roberto Cação fica na Rodovia Amaral Peixoto, km 156, na altura de Mar do Norte.

Pesquisa no Portal