Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado

Rio das Ostras promove campanha Janeiro Branco sobre saúde mental

  • Foto: Divulgação
    Descrição da foto
    Saude-Mental- Com pandemia, número de casos de pessoas com algum tipo de sofrimento mental cresceu em todo o mundo.
Publicada em: 13 de Janeiro de 2021 - 13h58 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM

Primeiros dias de 2021 e o mundo ainda tem um panorama de muitas preocupações e desafios em meio à pandemia da Covid-19. Por enquanto, a vacina não chegou e a ansiedade toma conta de muitas pessoas. Neste mês acontece a Campanha Janeiro Branco, que é dedicada especialmente à reflexão sobre a Saúde Mental. Em Rio das Ostras, mesmo com atendimentos mais restritos devido ao momento, profissionais da Saúde destacam a importância de se falar sobre o assunto, não só da saúde mental de cada indivíduo, mas também do coletivo.

 

A Campanha Janeiro Branco é um movimento promovido há oito anos por pessoas e instituições, inclusive o Ministério da Saúde. O mês de janeiro foi escolhido exatamente pelo simbolismo de ser o primeiro do ano, quando as pessoas estão cheias de esperança e planejando suas metas de vida para o ano que se inicia. Em 2021, a campanha traz o tema “Todo cuidado conta”.

 

Para muitas pessoas, a sensação é de que o ano de 2020 ainda não terminou. Com a pandemia, o isolamento social, a crise econômica e os lutos inesperados, entre outros casos, houve um crescente aumento do número de casos de pessoas com algum tipo de sofrimento mental.

 

O coordenador do Programa de Saúde Mental de Rio das Ostras, Alessandro Barbosa, explica que a saúde mental das pessoas sente, cada vez mais, danosos efeitos colaterais por causa dos velhos e novos problemas que o mundo enfrentou em 2020. Ele ressalta que, no geral, a saúde mental não tem sido cuidada da mesma forma como cuidamos da saúde do corpo. Ela tem sido negligenciada pela maioria das pessoas, por uma série de fatores, até mesmo culturais ou por preconceito.

 

“Muitas vezes é fácil entender que a dor física acontece, mas é difícil assimilar que uma dor emocional pode acontecer e influenciar muito na sua vida. Por isso é importante falar sobre o assunto a partir da conscientização e do combate a preconceitos e estigmas. Se falarmos mais sobre o que estamos sentindo, se dividirmos com alguém o que estamos passando, isso potencialmente pode ajudar a resolver o que está acontecendo, ou pode aliviar esse sentimento, que passa a ser dividido com o outro”, destaca Alessandro.

 

PROPOSTA – Mais do que nunca, Rio das Ostras e o mundo todo necessitam de um pacto pela Saúde Mental dedicado à ideia de que todo cuidado contaÉ exatamente isso que o Município traz como proposta, ou seja, a possibilidade de um pacto que deixe evidente que, em se tratando da Saúde Mental de todos, todo cuidado conta e a importância de todos estarem atentos e unidos no cuidado aos que estão do nosso lado, sofrendo por qualquer que seja o motivo.

 

“Se você não tiver alguém para conversar, é muito importante procurar ajuda de um profissional especializado e capacitado para atender a sua necessidade. O que não se deve fazer é ignorar as consequências que o sofrimento mental pode causar. Precisamos falar e cuidar mais da nossa saúde mental. É preciso ficarmos atentos aos sinais que os nossos amigos dão e aos sinais que o nosso corpo dá. O bom funcionamento do corpo e da nossa vida, também depende de uma boa saúde mental. Vamos enfrentar e superar juntos, com certeza isso tudo vai passar”, acrescentou o coordenador.

 

DADOS IMPORTANTES – Uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde em 2020 constatou problemas de ansiedade em 86,5% dos participantes; 45,5% apresentaram transtorno de estresse pós-traumático e 16% dos entrevistados apresentaram sintomas de depressão grave. Isso mostra os efeitos colaterais que a Saúde Mental das pessoas sente com os decorrentes problemas enfrentados desde o início da pandemia.

Saude-Mental- Com pandemia, número de casos de pessoas com algum tipo de sofrimento mental cresceu em todo o mundo. Foto: Divulgação

 

Pesquisa no Portal