Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado
  • Você está em

  • Página inicial
  • Notícias
  • Assistência Social
  • Rio das Ostras recebe doações de cestas básicas e hortaliças

Rio das Ostras recebe doações de cestas básicas e hortaliças

  • Foto: Maurício Rocha
    Descrição da foto
    Instituições que atendem famílias em vulnerabilidade social receberam cestas básicas do Programa "Mesa Brasil
  • Foto: Maurício Rocha
    Descrição da foto
    Representantes da Prefeitura de Rio das Ostras, SindComércio e Sesc estiveram na distribuição
  • Foto: Maurício Rocha
    Descrição da foto
    As cestas são compostas de alimentos não perecíveis
  • Foto: Divulgação
    Descrição da foto
    Famílias do Cras Norte receberam hortaliças para complementar a alimentação
  • Foto: divulgação
    Descrição da foto
    A Secretaria do Meio Ambiente entregou hortaliças para usuários do Cras
  • Foto: divulgação
    Descrição da foto
    A entrega das hortaliças aconteceu na manhã desta quinta, dia 2
Publicada em: 2 de setembro de 2021 - 12h35 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM
Instituições que atendem famílias em vulnerabilidade social receberam cestas básicas do Programa “Mesa Brasil Foto: Maurício Rocha
Representantes da Prefeitura de Rio das Ostras, SindComércio e Sesc estiveram na distribuição Foto: Maurício Rocha
As cestas são compostas de alimentos não perecíveis Foto: Maurício Rocha
Famílias do Cras Norte receberam hortaliças para complementar a alimentação Foto: Divulgação
A Secretaria do Meio Ambiente entregou hortaliças para usuários do Cras Foto: divulgação
A entrega das hortaliças aconteceu na manhã desta quinta, dia 2 Foto: divulgação

Famílias de Rio das Ostras em situação de vulnerabilidade social que participam de atividades em instituições socioassistenciais e de projetos e de programas da Assistência Social são contempladas com distribuição de alimentos não perecíveis e de hortaliças.

Na tarde desta quarta, 1, um caminhão estacionou em frente à sede da Secretaria de Assistência Social, no Centro, com a equipe do Projeto “Mesa no Campo”, do Programa de segurança alimentar e nutricional “Mesa Brasil”, do Sesc-RJ, para a entrega de duas toneladas de cestas básicas.

Foram contempladas as seguintes instituições: Égide Portelinha, Associação de Pais e Amigos Deficientes – Apad, Paróquia Nossa Senhora da Conceição, Fundação Joana de Ângelis, Casa dos Velhinhos do Município de Casimiro de Abreu, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Pestalozzi e alguns projetos desenvolvidos por igrejas evangélicas.

Já a Secretaria do Meio Ambiente, Agricultura e Pesca entregou hortaliças cultivadas em Cantagalo para doar para famílias atendidas pelas unidades da Assistência Social. Na quinta, dia 2, o alimento foi entregue para dez famílias no Centro de Referência de Assistência Social da localidade do Cláudio Ribeiro (Cras Norte).

Nesta entrega, foram priorizadas as famílias com idosos que convivem com problemas de Saúde, crianças com desnutrição, deficientes e doentes crônicos.

Esta é a segunda vez que o Sesc promove doações para Rio das Ostras. “É bom saber que temos um Sindicato do Comércio comprometido com as questões sociais de nossa Cidade e que buscou esta articulação junto ao Sesc para diminuir a vulnerabilidade de nossas famílias. Esta é a segunda vez que eles nos apoiam. Esta parceria com a Secretaria de Meio Ambiente foi um grande suporte complementar à nutrição de famílias que atendemos em nossas unidades ”, contou Eliara Fialho, secretária de Assistência Social.

Segundo o presidente do Sindicato do Comércio de Rio das Ostras, Marcelo Ayres, há um empenho para uma terceira doação. “Já estou em contato para trazer mais uma leva de alimentos para cá. Assim que soube que o Programa percorreria o interior do Estado, candidatei a Cidade porque sei da importância de atender as pessoas em situação de maior vulnerabilidade. Busquei orientação da Assistência Social do Município, que indicou algumas entidades que promovem um trabalho sério”, destacou.

“O projeto é muito importante porque tenho esclerose múltipla e para melhorar minha saúde preciso ingerir preferencialmente alimentos naturais. Infelizmente não tenho condições financeiras pois estão muito caros”, relatou emocionada Marinez Quinca.

Pesquisa no Portal