Foto de uma família curtindo a Praia Boca da Barra num dia ensolarado

Mostra revela processo criativo de monumentos da Cidade

  • Foto: Ascom
    Descrição da foto
    Processo de criação do monumento do Poço de Pedras é mostrado na exposição
  • Foto: Ascom / Cezar Fernandes
    Descrição da foto
    Monumento da Baleia Jubarte é uma das obras assinadas por Clara Arthaud e Roberto Sá
  • Foto: Divulgação
    Descrição da foto
    Clara e Roberto vivem em Rio das Ostras desde 2001 e têm um ateliê na Cidade
Publicada em: 4 de Abril de 2019 - 12h01 Por: Departamento de Jornalismo - ASCOM
Processo de criação do monumento do Poço de Pedras é mostrado na exposição Foto: Ascom
Monumento da Baleia Jubarte é uma das obras assinadas por Clara Arthaud e Roberto Sá Foto: Ascom / Cezar Fernandes
Clara e Roberto vivem em Rio das Ostras desde 2001 e têm um ateliê na Cidade Foto: Divulgação

Os monumentos da Baleia Jubarte e do Poço de Pedras fazem parte da história de Rio das Ostras, que completa 27 anos de emancipação político-administrativa na próxima semana. Não por acaso os criadores dessas e outras obras consagradas na Cidade, os artistas plásticos Roberto Sá e Clara Arthaud, serão homenageados na nova exposição da Casa de Cultura Bento Costa Júnior. A mostra, com inauguração na sexta-feira, 5, às 15 horas, fica em cartaz até o dia 17 de abril.

Com entrada franca, a mostra “Rio das Ostras na Arte de Clara Arthaud e Roberto Sá” tem curadoria de Rodrigo Pontes. Quem for conferir a exposição poderá conhecer o processo criativo e de execução dos trabalhos que Clara e Roberto produziram para a Cidade. Além dos dois monumentos em praça pública, os artistas também assinam o mosaico que cobre a fachada do prédio do Centro de Formação Artístico de Música, Dança e Teatro, conhecido como Prédio da Onda.

Um vídeo documental acompanhando a produção do monumento do Poço de Pedras na Fundição Escola de Artes e Ofícios de Rio das Ostras será exibido na mostra. Um outro atrativo será o livro com muitas imagens que conta sobre todo o processo de execução da Baleia Jubarte. Fotos dos trabalhos, entre esses da montagem do mosaico do Centro de Formação Artística, reproduzindo uma onda carregada de peixes, conchas e estrelas do mar, e esboços dos projetos completam a exposição. 

TRAJETÓRIAS – Roberto Sá, artista plástico carioca autodidata, começou a sua carreira trabalhando em madeira na execução de grandes murais. Passou a se interessar também pelas peças em bronze e criou sua própria fundição no Rio. Nascida em São Paulo, Clara Arthaud estudou na Faculdade de Belas Artes de SP e foi aluna do escultor italiano Franco de Renzis. Com especializações em anatomia, técnica da fundição em bronze e acabamento, criou o projeto “Arte de Portas Abertas”, evento que faz parte do calendário cultural do Rio de Janeiro.

Trabalhando juntos há mais de 30 anos, Roberto Sá e Clara Arthaud são responsáveis por importantes monumentos. Em Rio das Ostras, assinam a obra da Baleia Jubarte, que ocupa lugar central na Praça da Baleia, em Costazul, e as esculturas  de uma antiga moradora, menina e cachorro que adornam o Poço de Pedras. No cenário carioca, são responsáveis pelos monumentos dedicados ao jornalista Zózimo Barroso, no Leblon, e ao aviador Carlo Del Prete, retratado com seu avião, em Laranjeiras.

Materiais como bronze, couro, resina, cerâmica e mosaico, entre outros, são utilizados nos trabalhos dos dois que vivem em Rio das Ostras desde 2001 e na Cidade instalaram um ateliê permanente. O casal de artistas plásticos já fez exposições em diversas galerias brasileiras e também na Argentina, Bélgica e França. A última mostra conjunta deles aconteceu em Sitges, Província de Barcelona, na Espanha.

 

SERVIÇO:

Exposição “Rio das Ostras na Arte de Clara Arthaud e Roberto Sá”

Casa de Cultura Bento Costa Júnior

Rua Dr. Bento Costa Júnior, 70 – Centro,

Visitação: 5 a 17 de abril

Horários: Terça a sexta-feira, das 9h às 18h; sábado, de 13h às 18h

Entrada franca

 

 

 

 

 

 

 

Pesquisa no Portal